casal-tratamento-frigidez-masculina

A frigidez, cientificamente conhecida como anafrodisia, é uma condição caracterizada pela falta de desejo sexual. É um fenômeno que pode atingir tanto homens quanto mulheres, porém com maior incidência nas mulheres. Quanto aos homens, a frigidez masculina atinge apenas de 1 a 3% de pessoas com menos de 50 anos.

A anafrodisia, portanto, é uma alteração na sexualidade que ocasiona a perda de libido, expressão que significa desejo sexual. Essa dificuldade geralmente causa incômodo e pode levar a frustração e problemas de relacionamento com a(o) parceira(o).

Constatada a existência do problema, o que o homem deve fazer? Existe cura para a frigidez masculina? Quais são as origens do problema e qual a melhor forma de tratá-lo? É o que tentaremos deixar claro nesta postagem.

Porém, antes disso, vamos falar um pouco mais sobre a anafrodisia e suas características gerais. Vamos lá!

O que é anafrodisia e quais as causas para a frigidez masculina?

A anafrodisia representa a falta de apetite sexual em todas suas variantes: coito, masturbação, troca de carícias, entre outras.

Se a frigidez masculina, como já dito, afeta em torno de 1 a 3% dos homens com menos de 50 anos, esse percentual tende a ser ainda maior com a idade. Já quanto às mulheres, antes dos 50 anos, o percentual é bem superior: de 2,5 a 15%.

É importante não confundir a anafrodisia com a anorgasmia. A segunda representa impossibilidade da pessoa chegar ao orgasmo, e não diz respeito à falta de desejo sexual por si só.

A frigidez, como veremos a seguir, pode ser classificada em dois tipos diferentes: a primária e a secundária.

Frigidez primária

A primária, também conhecida como inapetência primária, ocorre durante a formação da sexualidade do indivíduo, no período da puberdade. O predicado “primária” indica o diagnóstico de uma pessoa que nunca teve atração sexual na vida. A origem geralmente é de ordem orgânica, podendo corresponder a uma deficiência hormonal no desenvolvimento dos órgãos sexuais.

A inapetência primária também pode ter como gatilhos alguns estressores psicológicos, como pressões sociais, histórico de abuso sexual, ansiedade, entre outros. As pressões sociais por performance sexual ou a repressão da orientação sexual, principalmente, são agravantes psicológicos comuns para a frigidez masculina.

Frigidez secundária

Enquanto a primária tem origem no período de desenvolvimento do ser humano, a anafrodisia secundária, ou inapetência secundária, caracteriza-se quando o desejo sexual parece se esvair definitivamente e parece se esvair a partir de algum momento, numa pessoa que previamente tinha libido preservada.

Os efeitos geradores podem ser vários, como por exemplo:

  • doenças endócrinas;
  • consumo de drogas e álcool;
  • problemas sexuais prévios;
  • luto;
  • depressão;
  • desemprego;
  • entre outros gatilhos.

Entre os exemplos acima, vale assinalar a questão dos problemas sexuais prévios. Disfunções como a ejaculação precoce e a disfunção erétil podem criar traumas e frustrações ligadas ao ato sexual, que inibem a libido e reforçam drasticamente a frigidez masculina.

As frustrações sexuais podem incitar uma visão assustadora e temível do ato sexual. Nessas situações, a frigidez pode ser um refúgio do homem para fugir dos seus medos.

Assinaladas as causas da frigidez masculina, vamos tratar da cura ou tratamento para o problema.

Existe cura para a frigidez masculina? Veja como tratar

A frigidez masculina tem sim tratamento e é possível encontrar meios de superar a dificuldade. O primeiro passo antes de começar o tratamento consiste em decifrar a causa do problema.

Como mostramos, a frigidez pode ter origens tanto biológicas quanto motivadas por gatilhos psicológicos, e cada uma delas pede tratamentos específicos e adaptáveis para a situação.

Tratamento psicológico

Nessa situação, o processo pode ser bastante árduo para o paciente que, em muitos casos, vai ter que vasculhar o passado e enfrentar possíveis traumas e gatilhos psicológicos que causaram a disfunção.

Esse traumas podem ser provenientes de violência sexual, fins dolorosos de relacionamento, algum tipo de humilhação ou opressão vinculada à sexualidade, dentre outras possibilidade.

Um acompanhamento de um profissional da psicologia no processo é de fundamental importância na solução desses problemas.

Tratamento médico

Em casos de frigidez com origem biológica, seja por problemas sexuais, ou doenças prévias ou por hábitos de vida pouco saudáveis, também há tratamento para que o problema seja resolvido.

Identificada a causa do problema, o tratamento pode passar simplesmente pela cura da doença que deu origem à frigidez. Já, caso a origem seja urológica, a enfermidade deve ser tratada por uma autoridade médica especializada.

Se o problema para a falta de libido for decorrente de deficiências dos hormônios da tireóide ou de testosterona, o tratamento é feito a partir de reposição de hormônios.

Como já mencionado, a solução para o problema deve ser aplicada de acordo com o fato gerador da condição de anafrodisia.

Alimentos afrodisíacos

Uma dica para o tratamento da frigidez masculina pode ser o aumento da ingestão de algum alimento afrodisíaco. Afrodisíacos são iguarias naturais em que se acredita haver propriedades que aumentam o desejo sexual.

Essa crença é baseada em tradições milenares de culturas de povos originários e, em geral, não tem comprovações científicas.

Alguns exemplos desses alimentos são:

  • chocolate amargo;
  • cacau;
  • ostras;
  • alho;
  • caviar;
  • gengibre;
  • açafrão;
  • ginseng;
  • cravo da índia;
  • tribulus terrestris;
  • catuaba;
  • e gingko biloba.

A eficácia de cada um deles pode variar de um para outro, e seus efeitos curandeiros podem carecer de comprovação científica. Entretanto, vale a tentativa para ver como cada um desses alimentos impacta na sua sexualidade.

Qual especialidade médica pode me ajudar a tratar a frigidez masculina?

O médico especializado em saúde sexual é o urologista. O acompanhamento de um profissional especializado é de fundamental importância para quem ainda tem problemas ou disfunções sexuais persistentes.

A consulta com um médico urologista pode ser feita tanto presencialmente como por meio de plataformas onlines de telemedicina seguras e bem respaldadas.

A frigidez masculina pode ser um fator de desequilíbrio no humor do homem e no das pessoas com quem se relaciona. O tratamento desta e de outras disfunções sexuais é uma questão de saúde sexual e não pode ser protelado.

Esperamos que o conteúdo tenha esclarecido suas principais dúvidas sobre anafrodisia, frigidez masculina e outras questões relacionadas à saúde do homem.

Problemas da ordem da saúde sexual são mais comuns do que imaginamos, e certos bloqueios ou vergonhas não devem ser impeditivos de procurar um tratamento especializado eadequado para o problema.

Esse artigo foi escrito pela Omens, plataforma direta, online e segura de acompanhamento da saúde sexual. Nossa equipe é formada por médicos urologistas certificados pela CRM e especificamente qualificados para tele consulta.

Qual a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Você pode gostar

Os comentários estão fechados.

Mais em:Blog