3 maneiras simples de evitar com que a sua orquídea pegue fungos

3 maneiras simples de evitar com que a sua orquídea pegue fungos

18 jun

É muito comum, quando se ganha uma orquídea, ou se compra alguma, conforme o tempo vai se passando e você vai cuidando dela, desenvolver um amor muito grande pela planta. E quando ela apresenta sinais de doenças devido a fungos, é comum você ficar abatida(o) devido a esse fato.

É obvio que fungos na planta é algo sério, pois uma orquídea com grande quantidade de fungos, pode acabar morrendo.

Mas não se preocupe, se você não possui muitos conhecimentos sobre como cuidar de orquídeas, essas 3 dicas abaixo poderá ajudar muito você nos cuidados da sua orquídea.

 

Dica 1 – Acúmulo de água em certas partes visíveis da orquídea.

 

Toda orquídea em suas partes visíveis, possuem regiões que podem acumular água a cada vez com que você a rega.

Partes como: Folhas, Bulbo e flores.

A primeira vista, pode parecer uma boa ideia deixar com que a orquídea reserve água nesses pontos, porém, se essa água armazenada em algum ponto não tiver como sair, será um ponto perfeito para acúmulo de bactérias.

Conforme as bactérias vão se acumulando nesses pontos de água retida, os primeiros sinais de fungos começam a aparecer, causando manchas amareladas nas folhas e em casos mais graves, manchas pretas.

Quando for regar a sua orquídea certifique sua planta para ver se há acúmulo de água de regas passadas em partes visíveis – caso exista, drene essa água.

 

Dica 2 – Retenção de água dentro do vaso onde a orquídea está plantada

 

Uma orquídea linda e saudável, propõe para a decoração da sua casa ou jardim algo exuberante. Por essa razão, essa dica 2 é essencial, pois:

Em alguns casos, você pode acabar optando por plantar a sua orquídea em algum vaso que não possui uma boa drenagem, causando acúmulo de água dentro do vaso.

Esse acúmulo de água dentro do vaso por muitos dias, por mais que possa parecer uma boa ideia, pode fazer com que as raízes da sua orquídea pegue fungos.

Quando as raízes de uma orquídea é vítima de fungos, a má saúde das raízes afeta a parte visível da planta a tornando feia e sem vida.

Certifique se o vaso da sua orquídea possui uma boa drenagem para que não haja acúmulo de água dentro do mesmo.

 

Dica 3 – Troca regular do substrato e do esfagno dentro do vaso

 

A troca regular do substrato e do esfagno da sua orquídea é fundamental para manter a saúde da sua orquídea.

A medida com que você vai regando a sua orquídea o esfagno e o substrato vão retendo água e apodrecendo. Caso você não faça a troca dos mesmos, as raízes da sua orquídea se torna exposta a podridão, e como já mencionado a cima, isso não e bom para a sua orquídea.

Se você perceber na sua orquídea algum amarelamento nas folhas, mas não vê na parte visível da planta algo que pode proporcionar isso, verifique logo o substrato e o esfagno do vaso onde a sua orquídea está plantada, não procure prolongar isso.

Pois a sua orquídea pode estar sendo vítima de fungos devido ao substrato e o esfagno podre.

Colocando em prática essas 3 dicas nos cuidados de suas orquídeas, pode ter certeza, fungos nas suas orquídeas não será mais um problema.

Compartilhe: