Exercícios e Hidratação – Pontos Importantes a Considerar

Exercícios e Hidratação – Pontos Importantes a Considerar

30 jul

A prática de exercícios tornou-se uma grande necessidade nos dias atuais, principalmente pelo estilo de vida pouco saudável e a agenda ocupada que muitas pessoas tem. 

Embora muitos prestem atenção aos alimentos que comem, ainda há um grande parte da população que comete certos erros e um dos principais é o de não beber água suficiente. 

Hidratação e desidratação

Para obter o máximo de uma sessão de treino, é necessário garantir que você fique hidratado. Isso porque, uma quantidade muito pequena de desidratação já pode reduzir sua resistência ao exercício e uma das principais razões para isso é que a maioria não sabe quanta água precisa beber. 

Riscos relacionados à desidratação

Quando você trabalha fora, você está em maior risco de perder água através da respiração e sudorese. Como resultado, é muito importante garantir que você se mantenha hidratado ao treinar. 

Se você já estiver desidratado antes de começar a fazer atividades físicas, ficará facilmente cansado antes mesmo de completar o treino. A desidratação faz você se sentir tonto, com dores musculares e você também se torna suscetível a câimbras.

A água desempenha um papel importante na lubrificação do seu corpo, o que é muito importante para um treino adequado. A água também é um elemento vital nas reações químicas que ocorrem em nosso organismo. 

Quando as reacções químicas ficam enfraquecidas, os músculos e os tecidos demoram a recuperar após uma sessão de treino intenso.

Pontos a considerar

A abordagem de tamanho único não se aplica à hidratação. As necessidades de hidratação variam de acordo com cada cada indivíduo, pois depende de muitos fatores. 

A razão é que há variação nas taxas de sudorese entre as pessoas. Além disso, as condições climáticas também desempenham um papel importante na determinação das necessidades de hidratação de um indivíduo. A taxa de suor de uma pessoa, por exemplo, depende dos seguintes fatores:

  • Tamanho do corpo: pessoas com corpos grandes e volumosos tendem a suar mais;
  • Nível de condicionamento físico – atletas suam mais e mais rápido do que uma pessoa que acabou de começar a se exercitar;
  • Condições de temperatura quente e úmida também aumentam a taxa de transpiração
  • Genética: há algumas pessoas que suam mais;
  • A intensidade do exercício: pessoas que praticam exercícios de alta intensidade suam mais.

Então, quanta água você deve beber?

A questão é quanta água você deve beber antes, depois e durante a sessão de treino. A regra geral é garantir que você se mantenha hidratado antes de iniciar sua sessão de treinamento. 

Por isso, certifique-se de beber líquidos suficientes ao longo do dia para não ficar desidratado. Então, todos os dias, em casa, no trabalho e no treino vá até o bebedouro de mesa, encha uma garrafinha de água ou utilize copos e não deixe de ingerir pelo menos 2 litros de água diariamente. A sua saúde agradece.

E claro, não exagere, pois embora seja necessário manter-se hidratado, há pessoas que cometem o erro de beber muita água, o que pode causar uma condição conhecida como hiponatremia, que reduz o nível de sódio em seu corpo e o sangue fica bastante diluído devido à presença de água em excesso.

A hiponatremia pode levar a náuseas, dores de cabeça, fadiga e confusão. Por isso, todo cuidado é pouco.

Compartilhe: