Uma infestação de moscas pode significar um desastre. As moscas são um dos insetos com maior probabilidade de causar danos e perturbar um serviço de alimentação ou empresa de produção de alimentos. Eles perturbam o processo de produção, afetam a receita e representam grandes ameaças à saúde, segurança e conformidade sanitária – e existem 120.000 espécies em todo o mundo, representando um risco para a saúde de funcionários, clientes e gado, espalhando doenças e contaminando produtos. Eles também têm um ciclo de vida curto e podem se multiplicar rapidamente, com algumas espécies de moscas capazes de amadurecer de ovos a adultos em apenas sete dias. Como você pode imaginar, isso pode causar muitos tumultos.

O Centro de Pesquisa Econômica e Empresarial (CEBR) fez um levantamento dos tomadores de decisão em cinco países para compreender os impactos das infestações de pragas. Os resultados revelaram que uma única infestação por moscas pode causar doenças nos funcionários que levam as empresas a perder mais de nove dias de trabalho todos os anos. Mas as ausências da equipe são apenas o começo. Existem muitas outras razões pelas quais as moscas são uma ameaça para as empresas do setor alimentar e precisam de ser controladas. Sem a prevenção adequada, as empresas podem sofrer de:

  • contaminação de estoque e produto, embora seja um risco para a saúde por transportar doenças como:
    • Salmonella
    • Shigelose
    • E.Coli
    • Cryptosporididium
    • Miíase
  • um impacto econômico nas empresas
  • uma influência negativa da reputação
  • violando conformidade e legislação.

O risco para a segurança alimentar é crítico. Incidentes bem divulgados de surtos de doenças transmitidas por alimentos continuam a reforçar e aumentar a conscientização pública sobre a qualidade e segurança dos alimentos, o que significa que qualquer infestação por moscas pode levar à perda de confiança dos clientes a longo prazo e danos à reputação da marca.

Nenhum ambiente alimentar está isento de responsabilidade. As moscas podem afetar cozinhas, restaurantes, pubs e clubes, granjas avícolas, varejo local de alimentos, processamento de alimentos – em qualquer lugar que haja comida. Com a segurança alimentar no topo da agenda hoje em dia, uma abordagem de tolerância zero para moscas e qualquer forma de contaminação por pragas no ambiente alimentar é indispensável.

As melhores formas de controlar as moscas

Ao adotar práticas de higiene padrão, as empresas podem contribuir para a prevenção de infestações por moscas. As medidas práticas para deter as moscas devem incluir:

  • Garantir suprimentos que não estejam nos estágios iniciais de decomposição.
  • Limpeza das áreas de produção e equipamentos, inspecionando regularmente.
  • Eliminar o lixo regularmente – especialmente em climas mais quentes.
  • Garantir que haja volume de armazenamento suficiente para os resíduos produzidos.
  • Manter as áreas de abastecimento limpas.
  • Limpar ralos e garantir que eles sejam mantidos livres de acumulação de matéria orgânica
  • Usando armadilhas luminosas adequadas para insetos.

A exclusão é outra área importante que ajudará a manter as moscas afastadas. Essas medidas podem e devem incluir:

  • O uso de telas em janelas e aberturas.
  • Design de porta apropriado e mantido fechado quando não estiver em uso.
  • A prevenção do aparecimento de lacunas em qualquer parte da estrutura da construção.

Adotar uma abordagem proativa para a prevenção da mosca ajudará a evitar tratamentos mais caros se uma infestação se tornar mais séria. Uma vez que as práticas padrão de higiene e exclusão tenham sido implementadas, a melhor maneira de manter as infestações sob controle é usar um LED ILT para monitoramento e controle eficazes e fazer a dedetização recorrente.

Qual a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Você pode gostar

Os comentários estão fechados.

Mais em:Blog