Decoração

Como fazer a recuperação de estofados

Fazer a recuperação de estofados não é um trabalho simples. Mas é um trabalho que pode valer muito a pena quando você encontra um bom profissional. Até mesmo você pode aprender a fazer a recuperação de estofados, desde que tenha um tempinho e paciência para cada etapa do trabalho.

Neste artigo, entenda mais sobre o assunto, veja quando vale a pena fazer uma reforma, quando vale a pena comprar um sofá novo e quais são os itens essenciais para o projeto.

Continue lendo e saiba mais.

Recuperação de estofados vale a pena?

Sim, a recuperação de estofados vale muito a pena. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados para encontrar um bom profissional ou para aprender o processo artesanalmente. Alguns estilos de estofados, principalmente feitos de maneira industrial, talvez não valha a pena fazer a reforma. Até porque você pode encontrá-los em novo estado por um preço bem acessível.

No entanto, vale a pena se você quiser personalizar o projeto ou se você quer um tecido que só tem no mostruário do estofador. Nesse caso, vale muito a pena e o projeto com certeza vai ficar incrível.

Veja algumas reflexões que vão te ajudar a decidir quando vale a pena ou não reformar um sofá:

Estofado com memória afetiva

Um estofado com alta memória afetiva, que vai passando de geração em geração, não pode ser descartado. Se ele estiver velhinho ou com aspecto de desgastado, não hesite: faça um orçamento para reformar a peça.

Preferencialmente, busque um estofador que tenha especialidade em restaurar peças antigas. Até porque você, talvez, não vá precisar apenas de uma reforma comum. Mas sim, de uma reforma completa e que busque manter o visual da peça, não é mesmo?

Peça exclusiva/de museu

Outro motivo muito grande que você precisa considerar na hora de decidir se vale a pena uma recuperação de estofados, é a exclusividade da peça. Estofados antigos e que sejam peças de museu, não podem ser descartados. Ou pelo menos, não deveriam.

Se você tem um estofado antigo e exclusivo, ou que represente algum momento importante da história, a restauração com certeza é indicada. 

Peça sob medida

Se você tem um estofado feito artesanalmente ou de modo sob medida para o seu ambiente, a restauração é aconselhável. Até porque esse é um estofado que já cabe no seu espaço e, por isso, mantê-lo pode ser uma boa ideia.

Personalização

Outro motivo que faz a recuperação de estofados valer a pena, é a personalização dele. Ou seja, se você quer um tecido que só o estofador tem ou se você quer um tipo de espuma que não existe em estofados, fazer uma reforma pode ser uma boa ideia. Afinal, você tem liberdade para criar um modelo totalmente exclusivo e novo – em cima de uma estrutura já pronta.

Como fazer recuperação de estofados em casa

Se o seu objetivo é fazer a recuperação de estofados em casa, não hesite. Você pode fazer isso sem nenhum problema. A única coisa que você precisa ter em mente, é que pode demorar. Afinal, é um projeto minucioso e que é feito por especialistas no assunto.

Para aprender a fazer a recuperação de estofados, veja o passo a passo:

1- Retire o tecido antigo

Antes de qualquer coisa, você precisa remover o tecido antigo do estofado. Se ele for montado em partes, desmonte cada uma das partes para que a remoção do tecido seja mais fácil.

Se preferir, fotografe como o tecido está preso. Isso vai te ajudar a ter uma melhor noção de como prendê-lo novamente depois.

2- Procure madeiras podres

O pinus é uma ótima madeira para projetos de estofados, embora muita gente não goste. No entanto, ao abrir o sofá, você precisa procurar por madeiras podres e que possam quebrar. Troque essas madeiras por novas.

5- Escolha o tecido

A escolha do tecido é um dos passos mais fáceis. Afinal, você pode escolher aquele tecido que você mais gosta. Se você tem pets ou crianças em casa, compre um tecido impermeável.

4- Escolha a espuma

E por fim, escolha a espuma para cada parte do estofado. Você precisa comprar espumas específicas para o encosto, assento e braço, ok?

Itens essenciais para recuperação de estofados

Para colocar a mão na massa e começar a fazer a recuperação de estofados em casa, você precisará de alguns itens básicos. Veja a nossa lista:

Tecido para sofá

Há tecidos específicos para reforma de sofá. Não compre tecidos básicos de confecção, pois eles podem ser frágeis.

Percinta elástica

A percinta elástica é uma peça que vai embaixo das espumas. Ela serve para segurar a espuma de maneira confortável, para que ela não afunde e não fique muito dura em cima de uma superfície de madeira.

Espuma

Existem muitos tipos de espuma. Você precisa comprar espumas específicas para cada área do sofá: encosto, assento e braço. Cada uma feita para suportar um peso diferente. Há espumas simples de colchonetes para camping, e há espumas mais densas para encostos e assentos de sofá. Busque a espuma certa.

Grampeador de tapeceiro

Um grampeador de tapeceiro é indispensável. Você usará a ferramenta para prender o tecido na madeira e também as precintas elásticas. 

Madeira

E por fim, tenha um estoque razoável de madeira. Pinus é uma boa opção. Mas outras madeiras também podem ser usadas. Como é para a área interna do sofá, você não precisa se preocupar tanto com estética. Mas a madeira não pode ser verde, ok?

Mãos à obra!

 

Veja outros conteúdo e dicas

Qual a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Você pode gostar

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em:Decoração