Direito

Vítima de golpe de leilão: o que fazer?

leilão

Pessoas desonestas existem em qualquer lugar e, infelizmente, ninguém está imune às tentativas de golpe. No entanto, caso isso um dia venha a acontecer, é essencial que você saiba o que fazer e como agir.

Além do mais, fazendo um parêntese, deve-se esclarecer que nenhum crime deve ficar impune, independente de por onde ele aconteça. Nos dias de hoje, devido aos avanços tecnológicos, diversas empresas migraram para a área digital.

E, por consequência, pessoas sem idoneidade alguma passaram a aplicar golpes no âmbito social. Por isso, saiba que, mesmo o crime sendo cibernético ou não, ele não pode sair impune. Por conta disso, caso você seja vítima de um golpe de leilão online, você deve saber o que fazer.

Ainda que seja um momento em que você se sinta meio sem rumo, há algumas coisas que você pode fazer para reverter a situação ou mesmo para garantir que isso nem sequer possa acontecer na sua vida.

No entanto, saiba que, caso aconteça, você pode contar com a justiça a seu favor. Por isso, a rede multidisciplinar anders.adv é capaz de lhe ajudar nessa situação.

Mas, se você quer saber mais sobre esse assunto, e aprender como fazer para evitar ser vítima desses golpes, basta conferir os tópicos seguintes.

Como proteger seus dados pessoais

O saber primordial que você deve adquirir, a fim de evitar golpe de leilão ou de qualquer outro, é aprendendo formas de como proteger seus dados pessoais. É sobre isso que iremos falar nos parágrafos seguintes.

Guarde muito bem seus documentos

A grande parte das pessoas guardam os seus documentos na carteira, o que com certeza é algo seguro. No entanto, o problema pode estar em onde você deixa a sua carteira. Se você a deixa em locais muito expostos, é passível de alguém pegar e fraudar os seus dados.

Fora isso, há pessoas que têm costume de deixar a carteira dentro da mochila. Mas, às vezes, saímos com tanta pressa que a mochila pode ficar aberta. Dessa forma, além de correr o risco da sua carteira cair, há chances de alguém simplesmente mexer e roubar os seus dados.

Então, além de guardar muito bem seus documentos, fique atento em como você os deixa. O ideal é que eles sempre fiquem no seu bolso. Dessa forma, caso alguém tente mexer, você sempre irá perceber.

Evite criar senhas com datas e números de documentos

Isso é algo que todo mundo fala, mas infelizmente ainda há pessoas que colocam senhas fáceis de serem descobertas. Afinal de contas, data de aniversário é algo que qualquer um pode saber, pois não é difícil descobrir.

Então, a partir do momento que você escolhe como sua senha, números de documentos ou datas, você fica muito exposto a sofrer golpes.

Cuidado ao passar informações pessoais por telefone

Primeiro, observe para quem você está passando as suas informações. Lembre-se que banco nenhum liga para os seus clientes a fim de “conferir dados”. Se isso acontecer, desconfie! Fora isso, ao passar informações pelo telefone, lembre-se que todo mundo está suscetível a invasões e que seus dados podem ser interceptados.

Não acesse links recebidos por desconhecidos

Se alguma pessoa que você não conhece ou não confia, lhe enviar um link, não abra! Há golpes que, ao acessar o link, a pessoa consegue obter acesso ao seu celular e visualizar todos os seus dados. Inclusive, uma dica é você ter um antivírus instalado no seu computador ou celular.

Quando um link é malicioso, ele sempre indica e impede que ele seja aberto. Essa é uma ótima forma de evitar cair em golpe de leilão.

Crie senhas fortes

Quanto mais caracteres diferentes tem a sua senha, mais segura ela é. Por isso, o ideal é que você tenha uma senha com mais de oito dígitos onde possua, pelo menos, um caractere especial, um número e uma letra maiúscula.

No entanto, evite substituir a letra “A” pelo número “4”, por exemplo. Ainda que lhe dê uma sensação de segurança, a verdade é que essas substituições são bem previsíveis.

Cadastre apenas um cartão nos sites

O ideal é que você nunca cadastre o seu cartão físico, mas sim a sua versão virtual. Afinal de contas, caso os seus dados sejam roubados, como ele é um cartão do qual pode ser destruído sem qualquer problema, não irá ocasionar em grandes transtornos.

Além do mais, lembre-se que, sempre que não estiver fazendo uso do seu cartão, ativar o bloqueio temporário. Afinal, caso alguém consiga os seus dados, pelo fato do seu cartão estar bloqueado, não será possível fazer qualquer tipo de transação.

Não confie em estranhos

Essa é uma dica de mãe sagrada. De fato, não confie em ninguém, uma vez que nem sempre é possível saber quais são as verdadeiras intenções da pessoa. Então, como diz o ditado: “confie desconfiando”.

No entanto, isso não se refere apenas a pessoas. Se você entrou em um site de compras estranho, que não tem número do CNPJ, tampouco informações básicas sobre a empresa, desconfie! Às vezes, é melhor “perder uma oportunidade” do que ser vítima de algum golpe.

Veja outros conteúdo e dicas

Qual a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Você pode gostar

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em:Direito