atividades mais indicadas para quem tem diabetes

Estima-se que, em 2030, a quantidade de pessoas no mundo que possuem algum dos tipos de diabetes aumente absurdamente chegando na casa dos 570 milhões. Somente no Brasil, a Sociedade Brasileira de Diabetes indica que mais de 12 milhões se encaixam nesta estatística.

Com a diabete vem também cuidados especiais, com qualquer outra doença, essa requer muita atenção, inclusive, na hora de praticar exercícios físicos. Se você tem diabetes e quer começar a cuidar mais da sua saúde, veio ao lugar certo.

Hoje vou ensinar a você e a todos que buscam conhecimento, quais as atividades mais indicadas para quem tem diabetes. Vamos começar?

Qual o perigo da desinformação sobre exercícios e diabete?

Devo lembrar que a desinformação mata. Por esse motivo, não confie em quem não entende sobre a saúde do corpo humano. Sim, Atividades físicas são saudáveis para a saúde, inclusive, também são praticadas com a intenção de prevenir o diabetes.

No entanto, quem já tem a doença deve ter cuidados. A mesma capacidade que as atividades possuem de prevenir o diabetes, elas têm de piorar os sintomas e complicar ainda mais sua situação e de outras pessoas com a doença.

Embora essa complicação exista, a melhor notícia que posso te dar hoje é que, o diabético, tanto do tipo 1 quanto do tipo 2 podem praticar qualquer exercício, desde que tenham cuidados específicos durante a fase de adaptação do exercício até posteriormente a adaptação.

Os cuidados

Para conseguir abordar os dois tipos de diabetes e deixar tudo claro quanto aos cuidados que se deve tomar em todas as ocasiões da prática de atividades físicas, vou separar em dois grupos individuais.

1- Para quem tem diabetes tipo 1

Os cuidados neste grupo devem ser  feitos através de medidores de glicemia. Pessoas com este tipo de diabetes tem o risco elevado de sofrer de Hipoglicemia, que pode ocasionar desmaios e convulsões.

Durante as atividades, o mediador auxiliará nos níveis da substância no seu organismo e te ajudará a saber quando terá de repor insulina. Por esse motivos, médicos endocrinologistas recomendam sempre ter por perto alimentos que auxiliem na reposição do que foi perdido.

Ou seja, alimentos como mel, ao menos 200ml de suco de laranja, etc. Outra recomendação médica é que, na alimentação anterior ao início das atividades físicas, o consumo de alimentos deste tipo deve ser reduzido.

Essa recomendação é feita para evitar crises de hipoglicemia que podem ser desencadeadas pelo próprio hormônio do paciente. O medidor de glicemia é principalmente utilizado no controle, por isso, busque não exagerar demais ou de menos na hora de se cuidar.

2- Para quem tem diabetes tipo 2

Para quem está nessa faixa, a atividade física é ainda mais essencial. Muitas fontes internacionais como a Associação Americana de Diabetes afirmam que a prática de exercícios físicos tem grande relevância quando o assunto é prevenção e controle do diabetes.

A resistência ao mesmo hormônio que causa complicações no tipo 1 da doença é o problema nesse caso, onde a pessoa com diabetes tipo 2 tem tendências a ter alto colesterol, hipertensão arterial que leva a maiores chances de ataque cardíaco derivados de fatores como peso em excesso, sedentarismo e má alimentação.

Nesse caso, a utilização do medidor de glicemia também é recomendado. Basicamente os cuidados do tipo 2 se assemelham aos do tipo 1, com exceção da necessidade de ingerir alimentos com alto teor de açúcar.

Nesse caso, a recomendação é uma alimentação controlada e saudável, consulte um médico para se orientar sobre quais alimentos devem ser incluídos nas refeições

 Abaixo você vai encontrar algumas atividades físicas que selecionei para pessoas com diabetes segundos pesquisas.

Corrida

Muito recomendada, a corrida é uma atividade física indicada para qualquer pessoa. Auxilia na diminuição da ansiedade, melhora a circulação do sangue, ajuda na perda de gordura e também ajuda na melhora da respiração.

Essa é uma das atividades mais indicada para quem tem diabetes, podendo tanto ser praticada ao ar livre – o que seria mais recomendado – quanto em uma esteira. Nos dias de chuva, pode-se usar a esteira como substituto.

Quem for aderir a corrida como atividade opte pela escolha de um tênis confortável.

Ciclismo

Outra ótima opção de atividade física é o ciclismo. Ideal para quem busca melhorar ainda mais a circulação do sangue. Para diabéticos tipo 2 é ótimo, pois auxilia na diminuição da glicemia. Para os diabéticos tipo 1, a realização desta atividade deve ser feita acompanhando o medidor de glicemia.

Além de também acarretar na melhora da condição física, a pessoa sente-se mais disposta e mais forte conforme se adapta, já que também influencia nas articulações das pernas e músculos gerando aumentos de ambos.

Hidroginástica

Para quem tem diabetes, a hidroginástica é uma atividade muito recomendada por atuar em quase todo o corpo, inclusive na melhora cardiovascular e respiratória. Atuando também como um controlador de glicemia.

Para iniciar a prática da atividade é necessário procurar por profissionais treinados em primeiros socorros e salva-vidas, estando preparados para imprevistos em qualquer momento.

Recomendações

As atividades para diabéticos têm o mesmo efeito para as pessoas comuns, com a diferença de quem a intensidade do treino, o tempo de duração e a frequência da prática de quem tem esses problemas deve-se ter atenção total.

Para um diabético poder praticar absolutamente qualquer atividade física, a glicemia deve estar abaixo de 250 e não apresente problemas de doenças que acompanham a diabetes, que podem prejudicar mais a sua saúde com a prática de determinadas atividades.

Por exemplo, a recomendação do uso de tênis confortáveis se deve a evitar ou impedir que feridas nos pés sejam um incômodo na prática da atividade. Essa condição impede que a pessoa pratique atividades com salto ou luta. Algumas atividades que podem ser incluídas na sua lista são a caminhada, dança e pilates.

Qual a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Você pode gostar

Os comentários estão fechados.

Mais em:Saúde