De instalador a empresário, ele apostou em franquia e multiplicou por dez o faturamento

Nos últimos cinco anos, o setor de segurança patrimonial cresceu, em média, 8%, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança. Só no ano passado, o segmento faturou R$ 6.04 bilhões.

Instalador de equipamentos para segurança eletrônica, Luiz Carlos Alves, aproveitou esse cenário e apostou em uma franquia da SuperSeg Brasil. O faturamento dele foi multiplicado por dez, na comparação com o rendimento que ele tinha quando era profissional do setor.

Publicidade

Há um ano e dois meses, Luiz Carlos, conhecido carinhosamente pelos colegas de trabalho como “Camarão”, é o dono da unidade SuperSeg Brasil no bairro Jardim Nova Europa, em Campinas, no interior de São Paulo.

Técnico em CFTV, Luiz Carlos era experiente na área de segurança eletrônica e conheceu a franquia quando a SuperSeg Brasil ainda estava sendo projetada. Como tinha empresa aberta há 29 anos, no começo teve receio em se juntar à marca SuperSeg Brasil, mas logo se deu conta de que era um modelo inovador no mercado.

“O que mais me chamou atenção foi o suporte que eles me ofereceram. Isso me deu segurança”, comenta Luiz Carlos.

A SuperSeg é uma loja física, com presença online, capacitada para vender projetos e produtos na área de segurança eletrônica, com qualidade e preços competitivos. Após a implantação, as vendas superaram todas as expectativas e o faturamento, já com a bandeira SuperSeg, atingiu seis dígitos em fevereiro deste ano.

“O atendimento ao cliente e o preço justo foram os principais fatores para o sucesso e para multiplicar o faturamento”, revela o empresário.

Hoje, Luiz Carlos é também, além de primeiro franqueado, um grande entusiasta e patrocinador do projeto.

A unidade comandada por ele é constantemente visitada por interessados em adquirir uma franquia da rede. Sempre solícito, conta sua história de sucesso na rede.

Website: https://www.supersegbrasil.com.br