Diretório de Artigos » Financeiro » 6 perguntas que você deve fazer antes de pedir dinheiro emprestado
Financeiro

6 perguntas que você deve fazer antes de pedir dinheiro emprestado

Contratar crédito é uma decisão que deve ser muito bem ponderada, especialmente quando se trata de valores elevados. Por isso, antes de mergulhar de cabeça em um novo empréstimo veja aqui 6 perguntas que deve se colocar:

1. Quanto você vai pagar por mês?

Analise o seu orçamento para se certificar de que você pode efetivamente suportar a prestação mensal. Sua taxa de esforço nunca deve ultrapassar os 50% (sendo que a taxa de esforço recomendada é de 30%).

2. Qual é o valor total que você vai pagar?

Veja quanto o empréstimo vai custar somando todos os juros que você vai pagar, bem como todo o dinheiro que você pediu. A taxa de juro dependerá do tipo de empréstimo. Nalguns casos, as taxas de juro são fixadas para todo o prazo do empréstimo. Noutros, podem subir e descer consoante a taxa de referência também suba ou desça.

3. O empréstimo tem garantia?

A taxa de juro dos créditos em que são dadas garantias normalmente é menor do que num crédito sem garantias. Mas se você não pagar o empréstimo, o credor tem o direito legal de ficar com o bem usado como garantia (que pode ser a sua casa, o seu carro, uma propriedade, etc.).

4. Quanto tempo levará para pagar o empréstimo?

Este é o prazo do empréstimo. Quanto mais longo for o prazo do seu empréstimo, mais juros você pagará (se a taxa de juros permanecer a mesma). Verifique se há alguma penalização se você decidir liquidar o empréstimo (antes do prazo). Alguns credores cobram uma taxa se você fizer pagamentos extras ou quiser pagar o empréstimo todo de uma vez. Outros oferecem opções mais flexíveis.

5. Se você falhar um pagamento, a taxa de juros muda?

Em certos casos, a taxa de juro pode aumentar 2% ou mais se você falhar algum pagamento.

6. Você terá que pagar algum seguro?

O seu credor pode exigir que você faça um seguro para o empréstimo. Isso significa que o credor pagará as suas prestações mensais se você não puder fazê-lo por motivos específicos (por exemplo, ficar doente e ser incapaz de trabalhar). Se o seguro for opcional, verifique quanto vai custar e o que vai cobrir. Você pode concluir que não precisa do seguro.

%d blogueiros gostam disto: